Ideb: desde 2013, ensino médio brasileiro não atinge nível esperado de qualidade

16/09/2020

 

Índice leva em conta aprovação de alunos e desempenho nas provas de matemática e português. Objetivo de 2019 era atingir nota 5, mas País chegou a 4,2O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019, divulgado nesta terça-feira (15), mostra que o nível de qualidade do ensino médio brasileiro continua abaixo do esperado pelo Ministério da Educação (MEC). Embora tenha havido avanços em relação a 2017, o país não atinge a meta nessa etapa de ensino desde 2013.O Ideb vai de 0 a 10 e leva em conta dois fatores: quantos alunos passam de ano e qual o desempenho deles em português e em matemática (entenda mais abaixo). Em 2019, a meta nacional a ser cumprida, somando escolas públicas e particulares, era 5 – mas o resultado ficou aquém do esperado. A média foi bem inferior a isso: 4,2.Apesar de todos os estados, com exceção de Sergipe, terem aumentado o Ideb em relação à edição anterior, o resultado é insatisfatório. Uma “nota” de 4,2 não chega sequer ao patamar que era esperado para o país em 2015.Leia na íntegra: G1Leia também:Folha de S. Paulo- Ensino médio sai do marasmo e tem avanço inédito, mas só dois estados batem metaO Globo – Ideb: Brasil avança de forma inédita no ensino médio, mas não consegue bater metaO Globo – Ideb: Rede pública puxa avanços do Brasil e cai distância em relação a escolas privadasFolha de S. Paulo – Rede estadual de SP avança no Ideb 2019, mas cai em ranking do ensino médio

Créditos: http://www.jornaldaciencia.org.br/edicoes/?url=http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br

Rua Joaquim Távora, 629 • Vila Mariana • 04015-001 • São Paulo • SP
Tronco chave: (0.xx.11) 5084-2482
Filial MG: (0.xx.31) 3285-2977 e 3221-1904 • Filial PE: (0.xx.81) 3221-0700 e 3222-2808
Copyright © 2020 por editora HARBRA. Todos os direitos reservados.