40% dos países pobres não apoiam estudantes mais vulneráveis na pandemia, diz Unesco

24/06/2020

 

Menos de 10% têm leis que ajudam a garantir inclusão na educação, segundo relatórioCom o fechamento de escolas e universidades pelo mundo, a pandemia do novo coronavírus teve como consequência o aumento da exclusão de estudantes. Cerca de 40% dos países mais pobres (de renda baixa e média-baixa) não apoiam os alunos de menor renda, negros e deficientes durante o isolamento social e não garantem o básico, como acesso a dispositivos tecnológicos para o estudo remoto ou a adequação das aulas às deficiências.É o que aponta o Relatório de Monitoramento Global da Educação 2020, da Unesco. É o quarto documento que monitora os avanços de 209 países no caminho para atingir as metas de educação aprovadas pelos Estados-membros da ONU na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.Veja o texto na íntegra: Folha de S. PauloO Grupo Folha não autoriza a reprodução do seu conteúdo na íntegra. No entanto, é possível fazer um cadastro rápido que dá direito a um determinado número de acessos. 

Créditos: http://www.jornaldaciencia.org.br/edicoes/?url=http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br

Rua Joaquim Távora, 629 • Vila Mariana • 04015-001 • São Paulo • SP
Promoção: (11) 5084-2482 / 5571-1122 • Fax: (11) 5575-6876
Vendas: (11) 5549-2244 / 5571-0276 / 5084-2483 • Fax: (11) 5571-9777
Copyright © 2011 por editora HARBRA. Todos os Direitos Reservados.