Saúde estuda ‘perdoar’ dívidas do Fies para preencher vagas no Mais Médicos

17/07/2019

 

Proposta segue modelo sugerido no governo de Dilma Roussef, mas ainda está em análiseO Ministério da Saúde estuda oferecer uma espécie de “perdão” da dívida do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) como forma de atrair profissionais para a nova versão do programa Mais Médicos, prevista para ser apresentada neste semestre. A proposta está em estágio avançado e mira em um saldo devedor de R$ 13,2 bilhões do fundo apenas referente aos cursos de medicina, valor que engloba o débito de mais de 26 mil formados. Na prática, a ideia é que o abatimento da dívida seja parte da remuneração a ser oferecida para os novos participantes do programa. A cada mês trabalhado, os integrantes teriam, além do salário, o direito a um desconto proporcional na sua dívida, obtida durante os anos de formação. Seria uma forma de aumentar ainda mais os ganhos oferecidos pelo governo e competir com o mercado privado, que tem sido mais atrativo.Leia na íntegra: Valor EconômicoO Valor Econômico não autoriza a reprodução do seu conteúdo na íntegra para quem não é assinante. 

Créditos: http://www.jornaldaciencia.org.br/edicoes/?url=http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br

Rua Joaquim Távora, 629 • Vila Mariana • 04015-001 • São Paulo • SP
Promoção: (11) 5084-2482 / 5571-1122 • Fax: (11) 5575-6876
Vendas: (11) 5549-2244 / 5571-0276 / 5084-2483 • Fax: (11) 5571-9777
Copyright © 2011 por editora HARBRA. Todos os Direitos Reservados.