Plano para que universidades federais captem recursos terá ‘marca’ de Weintraub

17/07/2019

 

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, diz que não há previsão de cobrança de mensalidade nas federais neste momentoO Future-se, programa do governo federal para o ensino superior, deve ser apresentado hoje para o presidente Jair Bolsonaro, mesmo dia em que as linhas gerais também serão discutidas com os reitores. Entre os objetivos, está o fortalecimento da autonomia financeira das universidades e dos institutos federais de ensino. Uma das ideias é que esses órgãos possam captar recursos com o setor privado e utilizá-los, sem que isso fique represado no orçamento, segundo uma fonte disse ao Valor. Antes de entrar em vigor, entretanto, o programa passará por um período de consulta pública. Além disso, a adesão das universidades será facultativa. Inovação e empreendedorismo nas universidades, afirma material de divulgação do governo federal sobre o lançamento oficial do programa, que será realizado na quarta-feira.Paralelamente às novas regras para as universidades públicas, o governo estuda mudanças no Fies, com três eixos: redução da inadimplência, melhor execução e simplificação do programa. Essas alterações, contudo, ainda estão em estudo e não há previsão de anúncio para esta semana nem de quando isso vai ocorrer.Leia na íntegra: Valor EconômicoO Valor Econômico não autoriza a reprodução do seu conteúdo na íntegra para quem não é assinante.  Leia também:O Estado de S. Paulo – Weintraub nega cobrança em cursos de graduação nas universidades públicas

Créditos: http://www.jornaldaciencia.org.br/edicoes/?url=http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br

Rua Joaquim Távora, 629 • Vila Mariana • 04015-001 • São Paulo • SP
Promoção: (11) 5084-2482 / 5571-1122 • Fax: (11) 5575-6876
Vendas: (11) 5549-2244 / 5571-0276 / 5084-2483 • Fax: (11) 5571-9777
Copyright © 2011 por editora HARBRA. Todos os Direitos Reservados.