As demissões no MEC. E a disputa interna no governo

13/03/2019

 

Ministério da Educação é palco de embate entre ex-alunos de escritor Olavo de Carvalho, militares e técnicos, em meio a exonerações e remanejamentos de funcionáriosCom pouco mais de três meses de governo Jair Bolsonaro, o Ministério da Educação passa por mudanças em seus quadros. Os remanejamentos de funcionários e as demissões em cargos importantes na estrutura da área têm acontecido desde o Carnaval. Eles se devem a disputas internas entre dois grupos que integram a pasta:– Os ex-alunos do escritor Olavo de Carvalho, considerado guru do presidente da República e responsável pela indicação do atual ministro da Educação– Os militares e os técnicos saídos do Centro Paula Souza, uma autarquia do governo paulista que administra escolas técnicas e faculdades de tecnologiaPara entender a disputa interna no MEC, é preciso lembrar antes do processo de formação do governo e de algumas propostas apresentadas para a Educação até aqui.Leia na íntegra: NEXO Leia também:O Estado de S. Paulo – Planalto exonera seis auxiliares de Vélez

Créditos: http://www.jornaldaciencia.org.br/edicoes/?url=http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br

Rua Joaquim Távora, 629 • Vila Mariana • 04015-001 • São Paulo • SP
Promoção: (11) 5084-2482 / 5571-1122 • Fax: (11) 5575-6876
Vendas: (11) 5549-2244 / 5571-0276 / 5084-2483 • Fax: (11) 5571-9777
Copyright © 2011 por editora HARBRA. Todos os Direitos Reservados.