Liberdade de ensinar é condição para melhorar nosso debate democrático

9/1/2018

 

Amanda Travincas, autora de tese premiada sobre a liberdade acadêmica, critica o Escola Sem Partido: Garantir sala de aula livre não é limitar a expressão do professor, mas fazê-la coexistir com a do alunoNos últimos anos, iniciativas inspiradas no projeto Escola Sem Partido, cujo objetivo é eliminar a doutrinação ideológica nas escolas, tem surgido em vários Estados e municípios brasileiros. Alagoas foi o primeiro a aprovar uma lei do tipo, já em 2015, para instituir o programa Escola Livre, posteriormente suspenso pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele proibia qualquer conduta por parte do corpo docente ou da administração escolar que imponha ou induza aos alunos opiniões político-partidárias, religiosa ou filosófica. O município de São Paulo, por sua vez, está com um projeto pronto para ser votado na Câmara, que também afirma que o professor da rede pública municipal deverá se abster de introduzir, em disciplina obrigatória, conteúdos que possam estar em conflito com as convicções morais dos estudantes ou de seus pais.Leia a entrevista na íntegra: El País

Créditos: http://www.jornaldaciencia.org.br/edicoes/?url=http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br

Rua Joaquim Távora, 629 • Vila Mariana • 04015-001 • São Paulo • SP
Promoção: (11) 5084-2482 / 5571-1122 • Fax: (11) 5575-6876
Vendas: (11) 5549-2244 / 5571-0276 / 5084-2483 • Fax: (11) 5571-9777
Copyright © 2011 por editora HARBRA. Todos os Direitos Reservados.